71993535052

©2019 por Kikaxassa.com. Orgulhosamente criado com Wix.com

 

Dose de Conhecimento : Principais madeiras para cachaça


O que você sabe sobre cachaça?

Branquinha, aguardente, pinga, água que passarinho não bebe… E esses são apenas alguns dos nomes e apelidos que a cachaça ganhou ao longo de sua história, que se confunde com a do próprio Brasil! Isso é sem dúvida reflexo de anos de intimidade com esse destilado da cana-de-açúcar, bebida muito presente na vida dos brasileiros.

Fazer essa pergunta pode ser um bom ponto de partida! É justamente por ser tão costumeira que pensamos conhecê-la tão bem, quando, no fundo, mal sabemos ao certo como degustá-la ou até mesmo como escolher um bom rótulo. Cachaça se degusta? Cachaça pode ser gourmet? Vamos sair do achismo e aprender o que é CACHAÇA.


Parte II Principais madeiras para cachaça


Os Vinhos e outras bebidas, como uísque, conhaque, rum e tequila, são em sua maioria armazenada em barril de carvalho, período no qual adquirem outras características, chegando a maior complexidade. Com a cachaça não é diferente! Quer dizer, é um pouco… A bebida é muito mais versátil que as outras e, em vez de somente carvalho, descansa em uma variedade muito grande de madeiras. São mais de 30 tipos de madeiras diferentes que podem envelhecer uma cachaça, e cada uma vai dar um aroma e um sabor diferente.


Amendoim: assenta o caráter da bebida. Mesmo sofrendo redução na graduação alcoólica e na acidez, possui intenso perfume e sabor de cana-de-açúcar. Ao longo do envelhecimento, sua cor vai se convertendo em amarelo claro.

Bálsamo: conhecida por deixar a cachaça super aromática, o bálsamo também empresta alguns sabores amadeirados à bebida. A cor, por sua vez, de pardo escuro, pode chegar a tons avermelhados ou dourados.

Carvalho: trazidas pelos portugueses no século 16, foram provavelmente as primeiras utilizadas para armazenar cachaça. O carvalho amacia a bebida e deixa as tão faladas notas de baunilha, o que dá até a impressão de leve doçura. Não fosse a cor, amarelo claro, poderia se passar facilmente por uísque.

Castanheira: espécie brasileira mais próxima do carvalho, conhecida como “o carvalho nacional”, deixa sabor levemente doce, lembrando até a própria castanha-do-pará. A cor também fica entre tons de amarelo claro.

Ipê: madeira importante que dá maciez à cachaça. A cor é, sem dúvida, sua marca registrada: alaranjada.

Jequitibá: por não alterar a cor, as cachaças que envelhecem entram na categoria prata. Apesar disso, diminui a acidez e dá maciez à bebida.

Umburana: com menor acidez e teor alcoólico, a cachaça que sai da umburana é geralmente mais suave. Com a cor amarelada, é levemente adocicada.


Até a próxima dose de conhecimento!

ENTRE EM CONTATO

Quer mais informações sobre nossos serviços?

71993535052

Cocktail